quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

V de Viagens * 34 - Casa da Ermida de Santa Catarina

Em primeiro lugar BOM ANO! Espero que tenham tido umas excelentes festas.
Por aqui o tempo voou...! Desculpem esta ausência, mas para quem está em muitas "frentes" às vezes é necessário parar para descansar, respirar fundo, organizar ideias e centrarmo-nos em nós e naqueles que nos são mais queridos. Foi assim, e com muito mimo à mistura, que por cá se foram passando as festividades e posteriormente um regresso mais tranquilo ao trabalho. (Nestes períodos podem sempre ir espreitando o meu Instagram) ;)

Voltando ao Alentejo e à nossa viagem que começou pelo Marvão (podem ver aqui e aqui), hoje quero dar-vos a conhecer um local mágico, que transborda tranquilidade, com um pôr de sol único e que nos leva para um estado de pleno bem estar.

Casa da Ermida de Santa Catarina. Decorem este nome para reservarem uns dias em plena sintonia com a Natureza. Afinal de contas é sempre bom e motivador começar o ano a planear já algumas férias.

A Casa da Ermida de Santa Catarina fica situada numa península da Albufeira do Caia, na Freguesia de Santa Eulália que pertence ao concelho de Elvas. Esta casa  e ermida foram totalmente recuperadas pelo Arquiteto Carlos Guedes de Amorim, agora proprietário e que nos recebeu de forma a que nos sentíssemos completamente em casa. Aqui vive-se a Natureza, o ar é puro, a paisagem é deslumbrante, os animais convidam-nos a conviver com eles, simplesmente sente-se paz. Espero conseguir transmitir com as fotos, pelo menos, parte de todas estas sensações!

Para além desta singular envolvência, também no espaço interior com todos os seus detalhes se sente este poder relaxante, não foi por acaso que o Carlos quis "trazer" a água também para dentro de casa. Então na sala comum cada canto poderia-nos contar uma história e todo o vidro que nos separa ainda nos sintoniza mais com esta harmonia.

Foi sem dúvida o local ideal para celebrarmos quatro anos de casamento. As últimas fotos até são parecidas com algumas de há quatro anos atrás... :)

Usufruam...



Fotos: André e Rita

domingo, 13 de novembro de 2016

G de Glam Diva - Design de Sobrancelhas

Cada vez mais se fala da atual tendência das sobrancelhas naturais. Pela designação "naturais" até parece fácil! Mas aqui a Natureza prega-nos uma partida e são poucas as mãos que as conseguem corrigir "naturalmente". Eu que o diga...
Originalmente a minha sobrancelha é muito grossa, o que é ótimo para a conseguir desenhar, mas ao mesmo tempo é rebelde e cada pêlo parece ter vontade própria. Quando comecei a tentar domá-las, há alguns anos atrás, a minha vontade era contrariar esta tendência e aos poucos elas foram ficando cada vez mais finas... Passei por vários profissionais da área e nenhum me conseguia demover! O que agora percebo é que ainda não tinha encontrado a pessoa certa. Para além da técnica que é imprescindível, é necessário ter a habilidade de captar a nossa melhor expressão e de ler o nosso rosto. Foi assim que encontrei a Eunice da Glam Diva.
Alguns meses antes de me casar, decidi experimentar a técnica de threading (depilação com linha) com o propósito de ficar com as sobrancelhas perfeitas. Engano meu, porque alguns meses não chegaram para dar vida a tantos pêlos que repetidamente arrancava. Mas mesmo assim, conseguimos juntas (a minha ajuda era não mexer num único pêlo) corrigir muito do seu formato - as fotos do "Antes" são dessa fase. Entretanto, aos poucos e com muita paciência (e já lá vão 4 anos), foi-me convencendo a torná-las mais grossas e naturais. O resultado vocês vêem-no nas várias fotos que publico. A verdade é que me sinto mais "eu" e já acho estranho ver imagens antigas!

Conseguem ver a diferença? ;)


 Antes


Agora

Fotos: André M.

domingo, 6 de novembro de 2016

R de Recomendado pela Rita * 43 - Restaurante Chinês da Ponte

Eu sei que o fim de semana está a acabar, mas guardem esta dica... Se gostam de comida chinesa, têm que experimentar este local. É conhecido como o Restaurante Chinês da Ponte e o mais antigo (chinês) da cidade do Porto. Aberto desde 1966, só poderia ser mesmo bom! ;) Nós comprovamos... Desde o típico crepe super crocante, passando pelas guiozas até ao prato mais famoso, de que nós somos fãs, o pato à pequim. A Francisca também experimentou e gostou muito da massa com cogumelos e bambu. Para terminar não resisti ao gelado frito.
Valeu mesmo a pena esperar tantos anos! :)

Depois aproveitamos a tarde a ser turistas na própria cidade. Desta vez mostramos à Francisca a Ponte D. Luís e a sua vista magnífica. Ficam prometidas mais fotos num próximo post...

Bom início de semana.

Fotos: Rita e André M.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

V de Viagens * 33 - Marvão

Depois de deixarmos a "estação" mais acolhedora por onde passamos (podem ver aqui) seguimos diretamente para conhecer a Vila de Marvão. Como Saramago dizia esta Vila parece ter nascido no alto de um rochedo para se conseguir ver a terra toda. A vista é magnífica e toda a vila é encantadora.
As fotos falam por si só...

Adoramos visitar o castelo e a exposição da Leone, uma artista holandesa, que tem o seu espaço de trabalho dentro das próprias muralhas do castelo. Até trouxemos um mini exemplar do seu trabalho.

Para provar iguarias alentejanas e muito perto de Marvão experimentamos o restaurante Casa Mil-Homens, muito bom.


Fotos: André M. e Rita

Até à próxima paragem...